Cadastre seu e-mail e receba informativos
Menu de artigos

 A chegada do filhote
 A escolha do filhote
 Castração
 Conheça os gatos
 Cuidados básicos
 Dúvidas frequentes
 Escolhendo o gato
 Gato perdido!
 Mordidas de gato
 Onde comprar
 Pelagem
 Posse responsável
 Vacinação
 Viajando com o gato

 Entidades protetoras


Comportamento

 Arranhar/Afiar unhas
 Catnip
 Comer grama
 Convívio com cães


Reprodução

 Acasalamento
 Cio
 Ciclo Reprodutivo
 Desmame do filhote
 Gestação
 Parto


Saúde

 Diagnósticos
 Doenças
 Gatos idosos
 Odontologia
 Parasitas
 Primeiros socorros
 Reprodução
 Tratamentos
 Zoonoses


Menu de serviços

 Achados e perdidos 
 Adoção
 Álbum de Fotos
 Amizades
 Cadastro de Pet Shop
 Cãorreio sentimental
 Doação
 Dogcast
 Histórias
 Página Animal
 Pesquisar estudantes
 Pesquisar veterinários
 TV Webanimal videos





Conhecendo os gatos

O que você deve saber sobre o gato para tê-lo como animal de estimação

Os felinos são animais adoráveis e muito independentes. Essa independência faz com que algumas pessoas que desconhecem essa espécie tenham idéias erradas sobre eles. É comum ouvir que : "o gato não se apega ao dono e sim à casa" ou "os gatos são muito traiçoeiros". Quem convive com esses felinos sabe que isso não é verdade. Para escolher um gato como animal de estimação, deve-se ter em mente que eles agem de maneira diferente dos cães e tem hábitos diferentes.

Essa diferença não significa que os gatos são pouco amigos do dono, como dizem alguns.

Os gatos podem se adaptar bem a apartamentos, e são animais muito limpos e silenciosos. Acostumam-se bem a ficar sozinhos, muito mais do que os cães. O tempo de vida médio de um gato é 10 anos. Alguns vivem bem mais do que isso.  Existe uma grande variedade de raças de pêlos curtos e longos. O gato SRD (sem raça definida, ou vira-lata), é muito popular como animal de estimação.

Pela intensa vida reprodutiva dos gatos, para mantê-los como animal de estimação há a necessidade de castração, tanto em machos como fêmeas. Isso evitará os miados intensos das fêmeas durante o cio, e o hábito dos gatos urinarem pela casa toda para marcar seu território. Além disso, gatos criados em casa costumam sair em busca de parceiros, e podem não voltar mais quando não castrados.

Para quem mora em apartamento, é necessária a colocação de redes de proteção nas janelas (ou mantê-las fechadas), pois não são raros os gatos que caem de grandes alturas. Os gatos são muito curiosos e exploram todos os locais. Embora tenham grande equilíbrio, podem cair.

Por ser um animal muito limpo, os banhos são bem menos frequentes que nos cães. Os gatos fazem suas necessidades fisiológicas (cocô e xixi) numa bandeja com "areia" (granulado) especial para gatos. Normalmente, não é necessário ensinar o gato a fazer no local certo. Instintivamente, ele procura um local onde poderá enterrar seus dejetos.

Se você está procurando um animal que necessita de menos cuidados que o cão e pode ser tão amigo quanto ele, um gato é a escolha certa!


Silvia C. Parisi
médica veterinária - (CRMV SP 5532)

Webanimal
www.webanimal.com.br



Livro sobre cães
lado1
pixel

Livro Crônicas para ler com seu cachorro

pixel
lado2
vazio

Guia de Primeiros Socorros

Diário do Dudu
A volta ao mundo




quem somos | fale com a gente
Webanimal é marca registrada da Realty Informática Ltda.
Proibida a reprodução de artigos sem prévia autorização ©Copyright 1998 - 2016