/ Inseminação Artificial: conservação do sêmen canino - Webanimal.com.br
 

 
   

Cadastre seu e-mail e receba informativos


Menu de Artigos

 Guia para iniciantes
 Guia avançado
 Adestramento
 Castração
 Cães de trabalho
 Cães famosos
 Cães pelo mundo
 Campanha anti-caca
 Cinofilia/criação
 Comportamento
 Cuidados gerais
 Dermatologia
 Diagnósticos
 Doenças
 Dogcast (podcast)
 Dúvidas frequentes
 Entidades protetoras
 Fotografia animal
 Gente que faz
 Geriatria
 Legislação
 Medicina Veterinária
 Nutrição
 Odontologia
 Oncologia
 Operação anti-caca
 Parasitas
 Primeiros socorros
 Posse responsável
 Proteção animal
 Raças populares
 Raças interessantes
 Reprodução
 Teste seu Cão
 Tratamentos
 Zoonoses


Menu de Serviços

 Achados e perdidos 
 Adoção
 Álbum de Fotos
 Amizades
 Cadastro de Pet Shop
 Cãorreio sentimental
 Doação
 Dogcast
 Histórias
 Página Animal
 Pesquisar estudantes
 Pesquisar veterinário
 TV Webanimal/Videos



Inseminação Artificial - conservação do sêmen canino

A inseminação artificial é feita em animais no intuito de permitir a reprodução em casos especiais, quando ela não é possível por vias naturais. Hoje, é possível, através da biotecnologia, conservar o sêmen canino indefinidamente, o que permite que um cão deixe descendentes mesmo após a sua morte. Especialistas em reprodução animal explicam como o sêmen canino pode ser utilizado e conservado.


Sêmen canino puro

"Uma vez colhido o sêmen dos cães, ele pode ser utilizado fresco, diluído, refrigerado ou congelado. Caso a fêmea e o macho estejam presentes no momento da coleta, a opção é a utilização do sêmen puro ou fresco. Ele deve ser colhido, analisado e imediatamente introduzido na fêmea, pois o sêmen tem uma vida muito curta em meio ambiente. Caso o macho tenha um volume seminal pequeno, alguma alteração no líquido prostático ou tenha que inseminar mais de uma fêmea ao mesmo tempo, pode-se adicionar diluidor próprio ao sêmen. Esse diluidor é uma solução formulada que possui reagentes que ao mesmo tempo nutrem, protegem e dão energia aos espermatozóides.


Sêmen canino refrigerado

Caso a fêmea esteja geograficamente distante do macho, pode-se colher o sêmen, adicionar diluidor e refrigerá-lo a 5ºC, o que permitirá uma duração de 48 horas, se processado dessa maneira. Portanto, esse sêmen diluído e refrigerado pode ser enviado para a utilização onde a fêmea estiver, evitando assim viagens dos reprodutores para realização do acasalamento ou inseminação artificial.


Paletas contendo sêmen

Já a congelação do sêmen é um processo que possui alguns pré-requisitos e feito de uma maneira mais demorada. A colheita em si leva o mesmo para qualquer uma das tecnologias, mas o processamento, no caso do congelamento, é mais lento. Uma vez decidido que o reprodutor terá seu sêmen congelado, o animal deverá ser submetido a exames para comprovar a ausência de doenças sexualmente transmissíveis como, por exemplo, brucelose e herpesvirose, ter feita sua genotipagem (exame de DNA) e o sêmen deve apresentar qualidade mínima para ser utilizado. Uma vez estando com todos estes pré-requisitos em ordem, o sêmen é colhido e adicionado de diluidor, só que desta vez com crioprotetor. O crioprotetor é uma substância que irá proteger os espermatozóides na congelação. O sêmen é fracionado e acondicionado em palhetas próprias. Será mantido preservado na temperatura de -196ºC em botijões de nitrogênio líquido.


Botijão de nitrogênio

A duração deste sêmen é, em princípio, infinita. E ele pode ser utilizado quando o proprietário desejar, mesmo após não ter mais o macho em reprodução, seja por alguma alteração sistêmica que o impossibilite de acasalar, ou até mesmo a morte. Portanto, hoje em dia existem várias alternativas de biotecnologia aplicadas ao sêmen de cães, visando uma maior e melhor utilização dos reprodutores e, com isso, facilitando o manejo reprodutivo nos canis."

Leia também:
Dúvidas sobre a inseminação artificial
Dúvidas sobre reprodução


Profa. Dra. Silvia E. Crusco (CRMV-SP 4313)
www.silviacrusco.com
Médica Veterinária - especialista em reprodução

Dr. Antonio Carlos Dertonio Donato
Médica Veterinário


Webanimal
www.webanimal.com.br

versão para imprimir




Livro sobre cães
lado1
pixel

Livro Crônicas para ler com seu cachorro

pixel
lado2
vazio

Guia de Primeiros Socorros

Diário do Dudu
A volta ao mundo




quem somos | fale com a gente
Webanimal é marca registrada da Realty Informática Ltda.
Proibida a reprodução de artigos sem prévia autorização ©Copyright 1998 - 2016