Cadastre seu e-mail e receba informativos
Menu de Artigos

 Guia para iniciantes
 Guia para o dono
 Adestramento
 Castração
 Cães de trabalho
 Cães famosos
 Cães pelo mundo
 Campanha anti-caca
 Cinofilia/criação
 Comportamento
 Cuidados gerais
 Dermatologia
 Diagnósticos
 Doenças
 Dogcast (podcast)
 Dúvidas frequentes
 Entidades protetoras
 Fotografia animal
 Gente que faz
 Geriatria
 Legislação
 Medicina Veterinária
 Nutrição
 Odontologia
 Oncologia
 Operação anti caca
 Parasitas
 Primeiros socorros
 Posse responsável
 Proteção animal
 Raças populares
 Raças interessantes
 Reprodução
 Teste seu Cão
 Tratamentos
 Zoonoses


Menu de Serviços

 Achados e perdidos 
 Adoção
 Álbum de Fotos
 Amizades
 Cadastro de Pet Shop
 Cãorreio sentimental
 Doação
 Dogcast
 Histórias
 Página Animal
 Pesquisar estudantes
 Pesquisar veterinários
 TV Webanimal videos



Métodos de contracepção
Ninhadas: ter ou não ter, eis a questão!

Chegou aquele presente tão desejado em casa. Aquela pequena filhote que esperavam a tanto tempo. O que a maioria das pessoas não vislumbra no futuro, é que esta cadelinha levada e sapeca um dia poderá ser mãe de outros lindos filhotes. E muitas vezes não desejados ou até mesmo abandonados. Então o que fazer?

O que todo proprietário deveria estabelecer desde o começo da vida de sua cadelinha é: Vou querer que ela cruze no futuro? Sim ou não? Quando? Caso não existam planos para que ela seja uma futura mamãe, o ideal é procurar realizar a esterilização cirúrgica (castração) precoce ou não. A castração precoce é realizada antes mesmo da fêmea entrar no primeiro cio. Esta prática vem sendo utilizada em diversos países, inclusive no Brasil, e elimina uma série de problemas futuros, inclusive diminui a chance do aparecimento de tumores nas glândulas mamárias. Se não for precoce, a castração pode ser realizada com a fêmea em qualquer idade. Mas se não existe ainda a certeza sobre fazer ou não a cirurgiade esterilização, e você quer evitar que a sua cadela acasale, vamos ver o que pode ser feito:

Contenção física
Quando a sua fêmea entrar no cio* deve-se separá-la dos machos existentes na mesma casa. Tomar cuidado também com os machos da vizinhança, pois se a sua cadela não estiver bem segura, os cães podem invadir sua residência e cruzar com ela. Verificar sempre portões, muros, janelas. Nesta época, os cães conseguem proezas para alcançar a sua amada. Cuidado, pois o período no qual ela pode cruzar e ficar gestante não é só aquele em que ocorre o sangramento. Ele se estende até depois do sangramento ter parado e sua duração pode variar de cadela para cadela. Outro problema existe quando as cadelas possuem cio silencioso (sem corrimento sanguinolento). Somente outro cão ou exames laboratoriais conseguem diagnosticar. Portanto, contenção física não é uma metodologia muito segura.

* período que, normalmente, se inicia com a presença de secreção vaginal sero-sanguinolenta.

Anticoncepcionais
Uma outra opção é a utilização de medicamentos (orais ou injetáveis) para eliminar o cio nas cadelas. Eles são feitos com base em derivados de progestágenos (hormômios). Cada fabricante possui um medicamento próprio com a dosagem e indicação correta. Caso sejam utilizados de maneira errada e indiscriminada podem acarretar graves danos à saúde da sua cadela. Pode-se citar como exemplo o surgimento de infecções uterinas, tumores nas mamas, útero e ovários. Quando a opção for esta, deve-se sempre procurar um médico veterinário, para que este indique o medicamento ideal para o caso da sua fêmea.

Interrupção da gestação

Um outro procedimento que pode ser realizado é a interrupção de uma gestação já em andamento. Pode ser feito através de cirurgia (castração) ou administração de drogas específicas para este fim. Para qualquer opção escolhida é essencial que seja feita logo no início da gestação (primeiro dias), período no qual a cadela sofrerá menos no pós-operatório e há menor intensidade dos efeitos colaterais do medicamento. Hoje em dia existe uma droga que pode ser utilizada com maior segurança para este fim. Qualquer um dos procedimentos escolhidos deverá ser realizado e acompanhado por um médico veterinário.

Novidades

Várias pesquisas têm sido desenvolvidas para que os anticoncepcionais possuam maior ação com menor efeito colateral. Como exemplo pode-se citar os implantes hormonais, métodos de imunocontracepção.

Bem, de tudo isto acima, o ideal é programar a futura vida de sua fêmea.
Caso não existam planos para que ela seja uma futura mamãe o ideal é castrá-la.

Veja também:
infertilidade na fêmea
infertilidade no macho
Leia aqui, respostas às dúvidas mais freqüentes sobre acasalamento.


Profa. Dra. Silvia E. Crusco (CRMV-SP 4313)
www.silviacrusco.com
Médica Veterinária - especialista em reprodução

Webanimal
www.webanimal.com.br





lado1
pixel

livro

pixel
lado2
vazio

Guia de Primeiros Socorros

Diário do Dudu
A volta ao mundo



quem somos | fale com a gente
Webanimal é marca registrada da Realty Informática Ltda.
Proibida a reprodução de artigos sem prévia autorização ©Copyright 1998 - 2014