/ Uso de Florais em Animais domesticos - Webanimal.com.br
 

 
   

Cadastre seu e-mail e receba informativos


Menu de Artigos

 Guia para iniciantes
 Guia avançado
 Adestramento
 Castração
 Cães de trabalho
 Cães famosos
 Cães pelo mundo
 Campanha anti-caca
 Cinofilia/criação
 Comportamento
 Cuidados gerais
 Dermatologia
 Diagnósticos
 Doenças
 Dogcast (podcast)
 Dúvidas frequentes
 Entidades protetoras
 Fotografia animal
 Gente que faz
 Geriatria
 Legislação
 Medicina Veterinária
 Nutrição
 Odontologia
 Oncologia
 Operação anti-caca
 Parasitas
 Primeiros socorros
 Posse responsável
 Proteção animal
 Raças populares
 Raças interessantes
 Reprodução
 Teste seu Cão
 Tratamentos
 Zoonoses


Menu de Serviços

 Achados e perdidos 
 Adoção
 Álbum de Fotos
 Amizades
 Cadastro de Pet Shop
 Cãorreio sentimental
 Doação
 Dogcast
 Histórias
 Página Animal
 Pesquisar estudantes
 Pesquisar veterinário
 TV Webanimal/Videos



Terapia com Florais

Uso de florais em animais domésticos

Os florais são feitos a partir do potencial energético das flores, que por sua energia específica, equilibram e harmonizam pessoas e ambientes, emocional e energeticamente. Uma essência floral é obtida através da flor, que passa sua energia vibracional harmonizadora para a água. O conhaque é adicionado como conservante.

A terapia floral não substitui o tratamento médico, mas pode ser utilizada em conjunto com qualquer medicamento. Ela se propõe a promover melhor qualidade de vida para pessoas e animais, através do equilíbrio emocional e energético que proporciona.

Os florais são inócuos não apresentando efeitos colaterais e podem ser utilizados por crianças e pequenos animais sem medo.

A terapia com florais resgata a auto-estima, dissolve medos e inseguranças, tristezas, auxilia a dissolver vícios, melhora o processo de aprendizado, enfim, tem uma grande utilidade inclusive na área veterinária, pois nossos bichinhos já se humanizaram tanto que muitos sofrem com os mesmos sentimentos que nós: angústia, tédio, medo, vícios, etc..

Utilizamos os florais para diversas patologias, mas são as comportamentais em que eles se destacam. Agressividade, medo extremo, dermatites por lambedura, prurido de origem desconhecida e até depressão por mudança de casa, perda ou chegada de um ente familiar.

Os florais de Bach são os mais conhecidos, mas utiliza-se bastante os de Minas, afinal, essas flores são colhidas em nosso solo e têm grande efeito.

Como as nuances de personalidade são menores nos cães e gatos, desenvolvi quatro tipos básicos: medroso, agressivo, dermatológico e emergencial. Este último pode ser utilizado em qualquer doença, pois ajuda a desenvolver defesas orgânicas.

Geralmente os florais funcionam rápido, se o problema é superficial, e demoram um pouco mais se o problema é crônico ou no caso dos vícios. Podem ser administrados diretamente na boca do animal, pelo menos três vezes ao dia, ou colocado na água de beber, mas esta deve ser trocada sempre.

Os florais são mais utilizados em cães e gatos, mas podem ser úteis com aves, furões e até répteis.

É preciso relembrar que essa terapia é energética, ou seja, a pessoa que manipula deve ter uma intenção. Quando estou manipulando até a água é energizada e mantenho distância de aparelhos elétricos, além de um pensamento direcionado para o floral.

Os florais ainda não fazem parte da grade curricular das faculdades de medicina veterinária, mas já existem alguns cursos livres.

Enfim, a medicina alternativa (isso inclui acupuntura, ficoterapia, reiki, cromoterapia e florais) vem ganhando força, principalmente, graças aos proprietários que querem dar uma qualidade de vida melhor para seus animais.

Leia mais sobre Florais


Cláudia Franchini Fontes
Médica veterinária

www.petdavilla.com.br


Webanimal
www.webanimal.com.br




Livro sobre cães
lado1
pixel

Livro Crônicas para ler com seu cachorro

pixel
lado2
vazio

Guia de Primeiros Socorros

Diário do Dudu
A volta ao mundo




quem somos | fale com a gente
Webanimal é marca registrada da Realty Informática Ltda.
Proibida a reprodução de artigos sem prévia autorização ©Copyright 1998 - 2016