Cadastre seu e-mail e receba informativos
Menu de Artigos

 Guia para iniciantes
 Guia para o dono
 Adestramento
 Castração
 Cães de trabalho
 Cães famosos
 Cães pelo mundo
 Campanha anti-caca
 Cinofilia/criação
 Comportamento
 Cuidados gerais
 Dermatologia
 Diagnósticos
 Doenças
 Dogcast (podcast)
 Dúvidas frequentes
 Entidades protetoras
 Fotografia animal
 Gente que faz
 Geriatria
 Legislação
 Medicina Veterinária
 Nutrição
 Odontologia
 Oncologia
 Operação anti caca
 Parasitas
 Primeiros socorros
 Posse responsável
 Proteção animal
 Raças populares
 Raças interessantes
 Reprodução
 Teste seu Cão
 Tratamentos
 Zoonoses


Menu de Serviços

 Achados e perdidos 
 Adoção
 Álbum de Fotos
 Amizades
 Cadastro de Pet Shop
 Cãorreio sentimental
 Doação
 Dogcast
 Histórias
 Página Animal
 Pesquisar estudantes
 Pesquisar veterinários
 TV Webanimal videos



Dogo Argentino

História da raça



A raça foi criada em 1925, quando dois irmãos argentinos decidiram criar um cão para os "jogos" de caça, que se adaptasse bem às condições variadas e irregulares da zona rural argentina.

Eles queriam criar uma raça que superasse o Fighting Dog of Cordoba (raça criada pelo cruzamento do Mastiff, English Bulldog, Bull Terrier e Boxer, hoje extinta).

A idéia era cruzar os cães de Córdoba com outras raças na tentativa de incorporar peso, um bom faro, velocidade, bom instinto de caça e, principalmente, destituir da raça o instinto de briga com outros cães, o que o tornava inapto para os jogos que reuniam vários animais. O cruzamento deveria tornar o cão sociável, podendo viver em liberdade com a família ou solto pela propriedade, mantendo a coragem da raça de origem, mas que pudesse ser usado nos jogos de caça e no controle de animais predadores das criações.

O Dogo Argentino foi o resultado do cruzamento de 10 raças:

1. Fighting Dog of Córdoba - cruzado com as seguintes raças e principais características:
2. Pointer - bom faro

3. Boxer - vivacidade e docilidade
4. Dogue Alemão - tamanho
5. Bull Terrier - coragem
6. Bulldog - peito amplo e temperamento audacioso
7. Irish Wolfhound - instinto de caça
8. Dogue de Bordeaux - mandíbulas potentes
9. Pirineu - pelagem branca
10. Mastiff - força

O primeiro padrão para a nova raça foi escrito em 1928. Um dos irmãos foi morto durante uma caçada de javalis, mas o outro levou o sonho avante. Como embaixador argentino no Canadá, conseguiu difundir a raça para outros países. Grandes jogos de caça ao javali e puma. na Argentina e países vizinhos, usavam o Dogo Argentino. A raça começou a tornar-se uma lenda.

O Dogo Argentino foi reconhecido pela Federação Cinófila Argentina em 1964. O Kennel Club Argentino, membro da Federação Cinológica Internacional, reconheceu a raça em 1973.

Os cruzamentos deram à raça muita versatilidade. O Dogo, posteriormente, foi usado no exército, no trabalho policial e como guia de cegos.

Temperamento



O Dogo gosta do contato físico com as pessoas. Ele é um guardião de confiança da família, interessado em todas as atividades, aceitando os visitantes que acompanham as pessoas da casa. O cão é capaz de discernir um ato mais agressivo e atacar para proteger o dono. Inteligente e muito dócil com crianças.



Características

É um cão de porte grande. Tem o corpo bem estruturado e de porte atlético. A única cor aceita é a branca e a pelagem é curta. Sua cauda é longa, grossa e afunilada. Os olhos tem cor castanho-claro ou castonho-escuro.

Conheça também outras raças

Webanimal
www.webanimal.com.br

versão para imprimir





lado1
pixel

livro

pixel
lado2
vazio

Guia de Primeiros Socorros

Diário do Dudu
A volta ao mundo



quem somos | fale com a gente
Webanimal é marca registrada da Realty Informática Ltda.
Proibida a reprodução de artigos sem prévia autorização ©Copyright 1998 - 2014