Cadastre seu e-mail e receba informativos
Menu de Artigos

 Guia para iniciantes
 Guia para o dono
 Adestramento
 Castração
 Cães de trabalho
 Cães famosos
 Cães pelo mundo
 Campanha anti-caca
 Cinofilia/criação
 Comportamento
 Cuidados gerais
 Dermatologia
 Diagnósticos
 Doenças
 Dogcast (podcast)
 Dúvidas frequentes
 Entidades protetoras
 Fotografia animal
 Gente que faz
 Geriatria
 Legislação
 Medicina Veterinária
 Nutrição
 Odontologia
 Oncologia
 Operação anti caca
 Parasitas
 Primeiros socorros
 Posse responsável
 Proteção animal
 Raças populares
 Raças interessantes
 Reprodução
 Teste seu Cão
 Tratamentos
 Zoonoses


Menu de Serviços

 Achados e perdidos 
 Adoção
 Álbum de Fotos
 Amizades
 Cadastro de Pet Shop
 Cãorreio sentimental
 Doação
 Dogcast
 Histórias
 Página Animal
 Pesquisar estudantes
 Pesquisar veterinários
 TV Webanimal videos



Diarréia em cães e gatos

Diarreia

A diarreia é um sinal clínico muito comum em cães e pode ter diversas causas. Em animais jovens, é comum a diarreia por parasitas intestinais (vermes e protozoários), mudanças alimentares ou fornecimento de alimentos que não fazem parte da dieta (doces, massas, etc..), viroses e excesso de ingestão de alimentos. Normalmente, a diarreia alimentar caracteriza-se por fezes pastosas e amareladas.

As viroses, que não só acometem filhotes como também cães adultos, causam diarreias líquidas, marrons avermelhadas e de odor muito fétido. Os parasitas intestinais, quando em grande quantidade, podem causar diarreias tão intensas quanto nos casos de viroses, e com o mesmo aspecto.

Os cães adultos podem ter diarreia pelas mesmas causas dos filhotes, mas também por doenças sistêmicas. É o caso de animais com insuficiência hepática ou renal, pancreatites, tumores intestinais, deficiência no funcionamento da glândula adrenal, dentre outros. Nestes casos a diarreia é "mais um sintoma", e está associada a outras manifestações. Muitas drogas (medicamentos) podem causar diarreia, por isso, nunca medique seu cão sem orientação veterinária. As doses são diferentes das usadas em humanos, e há medicamentos que não podem ser usados em animais.

Em alguns tipos de intoxicações ou envenenamentos, a diarreia pode estar presente. Tome cuidado com dedetizações, venenos e iscas para baratas e ratos.

Existem também as diarreias de origem psicogênica. Mudanças ambientais, morte ou ausência de uma pessoa muito chegada ao cão, e até mudanças na rotina da casa podem causar estresse no animal e diarreia.

O tratamento da diarreia vai depender do diagnóstico da causa primária. Veja as dicas do Guia de primeiros socorros.

Em resumo, a diarreia é um sinal clínico de muitas doenças, e quando ela se torna intensa, causa desidratação e até a morte do animal. Consulte o veterinário e não tente tratar a diarreia com receitas caseiras para que o cão possa ser socorrido a tempo.


Silvia C. Parisi
médica veterinária - (CRMV SP 5532)


Webanimal
www.webanimal.com.br





lado1
pixel

livro

pixel
lado2
vazio

Guia de Primeiros Socorros

Diário do Dudu
A volta ao mundo



quem somos | fale com a gente
Webanimal é marca registrada da Realty Informática Ltda.
Proibida a reprodução de artigos sem prévia autorização ©Copyright 1998 - 2014