/ Acupuntura em cão e gato - Webanimal.com.br
 

 
   

Cadastre seu e-mail e receba informativos


Menu de Artigos

 Guia para iniciantes
 Guia avançado
 Adestramento
 Castração
 Cães de trabalho
 Cães famosos
 Cães pelo mundo
 Campanha anti-caca
 Cinofilia/criação
 Comportamento
 Cuidados gerais
 Dermatologia
 Diagnósticos
 Doenças
 Dogcast (podcast)
 Dúvidas frequentes
 Entidades protetoras
 Fotografia animal
 Gente que faz
 Geriatria
 Legislação
 Medicina Veterinária
 Nutrição
 Odontologia
 Oncologia
 Operação anti-caca
 Parasitas
 Primeiros socorros
 Posse responsável
 Proteção animal
 Raças populares
 Raças interessantes
 Reprodução
 Teste seu Cão
 Tratamentos
 Zoonoses


Menu de Serviços

 Achados e perdidos 
 Adoção
 Álbum de Fotos
 Amizades
 Cadastro de Pet Shop
 Cãorreio sentimental
 Doação
 Dogcast
 Histórias
 Página Animal
 Pesquisar estudantes
 Pesquisar veterinário
 TV Webanimal/Videos



Acupuntura em animais

Acupuntura veterinária

A acupuntura não é uma especialidade recente na Veterinária. Há quatro mil anos atrás já se ouviam histórias acerca de tratamento de cavalos na China Antiga. Contudo, em cães e gatos, a acupuntura vive um renascimento bastante atual. Não devemos utilizar somente o termo acupuntura para nos referirmos à especialização. O mais correto seria falarmos em Medicina Tradicional Chinesa, que engloba:

A acupuntura (ou estimulação de precisos pontos da pele por finíssimas agulhas metálicas), a moxabustão (aquecimento desses mesmos pontos), a fitoterapia energética chinesa (ingestão de compostos preparados a base de ervas), e outras técnicas não tão empregadas na Medicina Veterinária (exercícios respiratórios, massagens e outros). 

Podemos tratar basicamente qualquer doença com a Medicina Tradicional Chinesa. Porém, aquelas em que os resultados são maiores e seu emprego mais difundido são: doenças do aparelho locomotor (hérnias de disco, "bicos de papagaio", artrites, artroses), doenças do sistema nervoso (sequelas de cinomose, sequelas de "derrames", encefalites, convulsões), doenças reprodutivas, respiratórias, cardíacas e urinárias

O tratamento se baseia na consulta, onde se estabelece o diagnóstico do desequilíbrio energético do paciente, e em sessões desde semanais (na maioria dos casos) até diárias. Isto, além da prescrição (receita) de medicamentos fitoterápicos (ervas) para serem administrados em casa pelos próprios donos. A maioria dos animais permite que façamos o tratamento (inserir agulhas). Quando o animal é muito agitado ou bravo, não permitindo o tratamento, lançamos mão da fitoterapia, com ótimos resultados. Nunca devemos pensar em anestesiar ou sedar um animal para tratá-lo com acupuntura, pois os resultados não seriam satisfatórios.

O número de sessões varia de caso para caso. Quanto mais antiga a doença, precisaremos de um número maior de sessões para alcançarmos a cura. Podemos alcançar resultados em dias, semanas ou até vários meses. Muitas vezes, a Medicina Tradicional Chinesa é empregada junto com outras linhas de tratamento, seja a Medicina Tradicional Alopática ou a Homeopatia, com excelentes resultados destas combinações.

Sempre que formos procurar um médico veterinário para tratar nosso animal com a acupuntura, devemos lembrar que trata-se de uma especialização, ou seja, o mesmo deverá ter formação própria e adequada para efetuar tal terapia.

Ainda tem dúvidas sobre a acupuntura? Clique aqui 

Carlos Augusto Torro
médico veterinário (CRMV SP 6027)
Pós-graduado em Medicina Tradicional Chinesa

Video:
TV WEBANIMAL

Acupuntura

Webanimal
www.webanimal.com.br




Livro sobre cães
lado1
pixel

Livro Crônicas para ler com seu cachorro

pixel
lado2
vazio

Guia de Primeiros Socorros

Diário do Dudu
A volta ao mundo




quem somos | fale com a gente
Webanimal é marca registrada da Realty Informática Ltda.
Proibida a reprodução de artigos sem prévia autorização ©Copyright 1998 - 2016