Cadastre seu e-mail e receba informativos
Menu de Artigos

 Guia para iniciantes
 Guia para o dono
 Adestramento
 Castração
 Cães de trabalho
 Cães famosos
 Cães pelo mundo
 Campanha anti-caca
 Cinofilia/criação
 Comportamento
 Cuidados gerais
 Dermatologia
 Diagnósticos
 Doenças
 Dogcast (podcast)
 Dúvidas frequentes
 Entidades protetoras
 Fotografia animal
 Gente que faz
 Geriatria
 Legislação
 Medicina Veterinária
 Nutrição
 Odontologia
 Oncologia
 Operação anti caca
 Parasitas
 Primeiros socorros
 Posse responsável
 Proteção animal
 Raças populares
 Raças interessantes
 Reprodução
 Teste seu Cão
 Tratamentos
 Zoonoses


Menu de Serviços

 Achados e perdidos 
 Adoção
 Álbum de Fotos
 Amizades
 Cadastro de Pet Shop
 Cãorreio sentimental
 Doação
 Dogcast
 Histórias
 Página Animal
 Pesquisar estudantes
 Pesquisar veterinários
 TV Webanimal videos




DOAÇÃO
Labrador


Clique no e-mail para enviar uma mensagem ou
clique aqui para cadastrar seu Cão na seção doação


Atenção!
Não seja vítima de golpe.
A doação de animais deve ser gratuita e qualquer valor cobrado pelo anunciante a título de frete ou gastos com castração só deve ser pago no momento do recebimento do animal, mediante apresentação de comprovantes de despesas.


Clique na foto para ampliá-la

Filtrar resultado por: Sexo   Estado  

   [1|3]   

  Data do cadastro- 10/4/2014
Nome- SCOOBY MESTIÇO LABRADOR 11 MES
Sexo-
Macho
Cidade-
SÃO PAULO
Estado-
SP
Email- paulacamposantos@bol.com.br
Descrição- LINDO CACHORRO, MESTIÇO LABRADOR, PORTE MÉDIO, TEM 11 MESES, NÃO CRESCE MAIS. ADORA CARINHO E BRINCAR.ESTAVA ABANDONADO. ESTÁ VERMIFUGADO E CASTRADO. PESA APROXIMADAMENTE 16 KGS. SE DÁ BEM COM OUTROS CÃES, COM PESSOAS E COM CRIANÇAS. MUITO DÓCIL, CARINHOSO E COMPANHEIRO. ESTÁ EM UM LAR TEMPORÁRIO NA ZONA SUL DE SÃO PAULO, INTERESSADOS ENVIAR EMAIL PARA paulacamposantos@bol.com.br OU ENTRAR EM CONTATO COM MARIZA PELOS TELEFONES: 11-99114-1392 (CLARO) 11-98284-2838 (TIM) 11-97983-4080 (OI) TENHO MAIS FOTOS.

  Data do cadastro- 1/4/2014
Nome- Mary Jane
Sexo-
Fêmea
Cidade-
Salvador
Estado-
BA
Email- hargonteu@hotmail.com
Descrição- Cor preta e mansa.Motivo da doação não tenho o espaço adequado para o cão.

  Data do cadastro- 31/3/2014
Nome- marley
Data de nascimento-
29/11/2009
Sexo-
Macho
Cidade-
Sao Paulo
Estado-
SP
Email- rita.mms@hotmail.com
Descrição- boa tarde eu me chamo rita e gostaria de doar meu labrador por que ele não pode sai de dentro de do ap

  Data do cadastro- 27/3/2014
Nome- Manu
Sexo-
Fêmea
Cidade-
são paulo
Estado-
SP
Email- gbdoce@yahoo.com.br
Descrição- MANU- LEIA A HISTÓRIA NA INTEGRA! No ultimo dia 26 de janeiro, estávamos Meu marido, minha enteada, meus cães (os dois), á caminho do litoral Sul de São Paulo, para passar um dia de domingo comum com á família. Na altura do Km 14 da Rodovia dos Imigrantes, vimos que no canteiro central, havia um cão agonizando atropelado. Foi tudo muito rápido! Meu marido dirigia o carro, não pensou duas vezes fizemos o retorno em Diadema e voltamos novamente para São Paulo, para retornar ao mesmo ponto da Imigrantes na tentativa de ver o animal. Ficamos desesperados, pois não conseguíamos avista-lo. Paramos no acostamento, deixei nossa família dentro carro em segurança, e comecei a andar a pé, então avistei o cão canteiro central, que já estava deitado, se entregando. Estava 36º ás 9 horas da manhã, a cachorrinha estava muito machucada e mesmo do outro lado da pista com carros passando á 120 km p/ hora era possível ouvir os ganidos de dor. Minha aflição só aumentou. Definitivamente não poderíamos deixar aquele pobre animal, morrer aos poucos, embaixo de sol e com aparente hemorragia grave. Entramos em contato com a Administradora da estrada, que levou UMA hora para aparecer e nos ajudar a atravessar para resgatar aquele animal indefeso. Mais pareceu uma eternidade, por diversas vezes tivemos vontade de invadir a pista e resolvermos as coisas de nossa maneira, mas ficamos com receio de causar um acidente ainda maior, uma vez que esta via é de alta velocidade. Como não havia outra maneira, á não ser esperar, ficamos ali observando, e concluímos que ela não conseguia andar, se arrastava na tentativa inútil de sair do sol escaldante. Depois de uma longa e demorada espera chegou então o momento esperado, e nossa ansiedade e desespero chegariam ao fim! Meu marido levou corda e uma toalha para resgatar o animal ferido. Não houve qualquer resistência, o animal se encontrava vencido, cansado de tanto lutar pra sobreviver. Aparentando sentir fortes dores, meu marido, pegou aquele animal com muito cuidado, e atravessou as 4 pistas de volta. Não havia outro pensamento: Somente um imenso alívio! Voltamos então á São Paulo, levando então o animal, (que é menina batizada de Manu), á o pronto socorro veterinário. Foi atendida em caráter de emergência! Manu estava em choque, com grandes possibilidades de não sobreviver. Mais calma, e acompanhando a consulta pude notar os diversos cortes pelo corpo, muitos com 30 cm. Ela sentia muita dor e permanecia deitada, sem esboçar grandes reações. Fomos orientados então á deixa-la internada, pois ela sofreria intervenção cirúrgica, pois não havia outra forma de estancar a hemorragia! Saímos apreensivos, mas não tristes e sim esperançosos, de que no fim ela venceria mais esta batalha. No fim da tarde Manu estava bem, com uma fratura importante no Fêmur (onde mais tarde seria necessária cirurgia corretiva) e precisaria continuar internada. No dia subsequente tivemos que retirar a Manu do hospital, pois a conta estava em R$900,00, e transferimos para uma clinica menor para prosseguir com o tratamento. Manu recusava alimentar-se seguiu internada por mais 10 dias. Mas dia-a-dia sua sede por vida era maior. Eu sempre conversava com ela, chamava-a de “Minha Pequena” e dizia: “ você foi tão longe, não vá desistir agora”. Manu ouviu minhas orações! Quatorze dias depois, Manu estava estabilizada e poderia então ser operada! Fizemos tudo o que estava á nosso alcance! A cirurgia foi um sucesso! Hoje Manu, está recuperada, e pronta pra encontrar um novo lar! Nunca, jamais, deixaria de socorrer um animal necessitado. Não conseguiria por minha cabeça no travesseiro sabendo que deixei alguém em sofrimento, morrendo aos poucos, á mingua... É desumano! Quanto tempo o socorro levaria para Manu? Ela aguentaria? Sobreviveria? Sofreria até morrer? A Manu não tinha um dono, alguém que se importasse, se estava com dor, com medo... Mas teve á nós! Um colo, alguém em quem confiar, nem que este fosse o último dia de sua vida! Se ela tivesse que partir, então que fosse assistida, sem dor, segura! Tão protegida e amada como tantos outros cães que estão numa casa abrigados! Agora Manu está pronta pra trilhar o próprio caminho. Minha casa é pequena, disponho de um único espaço que é destinado á ajudar esses anjos! Porém somente posso ajudar UM animal por vez! E preciso de ajuda para doar a Manu, pois somente assim posso dar seguimento á esta luta pelos animais. Ela está em perfeito estado de saúde e já recuperada! Espero que você possa nos ajudar á encontrar uma família maravilhosa que receba este Anjo, e que nunca mais a deixe á mercê das maldades e egoísmo do ser humano. Todos merecemos respeito e compaixão! Fazer o bem enobrece a alma, dignifica o caráter e alegra o coração, porque plantamos amor nele. E o amor é a melhor semente a ser cultivada!

  Data do cadastro- 22/3/2014
Nome- Joca
Data de nascimento-
16/04/2012
Sexo-
Macho
Cidade-
Diadema
Estado-
SP
Email- rogeria_b@terra.com.br
Descrição- Joca, labrador preto, 2 anos para doação. Diadema - SP Vou mudar e, infelizmente, a casa em que eu vou morar não tem espaço para ele. Minha mãe ia ficar com ele, mas desistiu. Ele adora receber e dar carinho. Companheiro. Gosta de passear, quando a vê a guia, fica todo contente. E não deixe a porta do carro aberta, ele entra rapidinho, porque adora passear de carro também. Só estou doando porque não tem jeito mesmo. Iniciei o adestramento, então ele já sabe fazer bastante coisas. É um pouco teimoso, mas no fim acaba obedecendo. Morre de medo de trovões e quando ameaça chover, fica procurando lugar para se esconder. Adoramos ele e estamos muito triste, mas não tem jeito.



   [1|3]   

lado1
pixel

livro

pixel
lado2

Guia de Primeiros Socorros

Diário do Dudu
A volta ao mundo



quem somos | fale com a gente
Webanimal é marca registrada da Realty Informática Ltda.
Proibida a reprodução de artigos sem prévia autorização ©Copyright 1998 - 2014